Capítulo

Publicidade

A DEVOTA

Era um sonho que se realizava, ali naquele momento. Susan trabalhou durante anos como produtora de eventos em Los Angeles e com o dinheiro, comprou sua própria casa, com direito a móveis novos e tudo mais que o conforto a permitisse possuir.

Após a mudança, Susan estava pronta para entrar com o pé direito, quando um vizinho, um jovem de vinte e oito anos de idade, que mora em frente, aparece e se apresenta. Ele se chama D. J. Walters e diz a Susan que foi um péssimo negócio o que ela tinha acabado de fazer.

D. J. explica a história macabra que aquele terreno possuía, da monstruosidade que a casa era e de seu antigo vizinho, dono da mesma, o senhor Epaminondas, que fazia de tudo para que as crianças não se tornassem vítimas daquele monstro.

Cética, quanto ao que acabara de ouvir, Susan sabia que fantasmas não existiam e que muitas vezes tudo não passavam de truques, usados para afugentar as pessoas e entrou na casa, batendo a porta com força, para mostrar a D. J. que não tinha gostado nada do que ele tinha falado.

Mas já na primeira noite, percebeu que as palavras do jovem não eram mentiras. Susan tinha terminado de tomar banho e do banheiro, começou a ouvir uma voz estranha dentro da casa, como se fosse um murmúrio, ou como se alguém estivesse entoando alguma prece. Ela vestiu o roupão, saiu do banheiro de sua suíte, caminhou silenciosamente até a cama, abriu a gaveta do criado-mudo, retirou de dentro dela uma pistola já engatilhada, saiu do quarto e desceu, para saber quem era o autor daqueles estranhos barulhos. 

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá, você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.