Capítulo

Publicidade

Capítulo 16

            Fausto levantou-se da cama, e quase rastejando, colocou a cabeça pra fora da cela. Deu pra ver o sentinela virar o corredor do outro lado do pavilhão  e entrar no banheiro. Aproveitando-se disso, Fausto rolou para fora,  até o outro lado do corredor onde a luz era mais fraca e turva.  A uns dez metros  à sua frente, o trio de detentos engatinhava pelo corredor e escondiam-se nas sombras para que ninguém os visse.

            Fausto ainda esperou alguns segundos, depois, meio rolando e meio rastejando, começou a seguir seus "amigos".

            Seus companheiros de cela seguiam em direção à porta do pavilhão que dividia a ala "boa" da ala "ruim", ali na penitenciária.

            Dando uma corridinha, Fausto  se jogou no chão escondendo-se atrás de uma coluna de concreto. De onde estava, podia ver quando um dos guardas desceu um lance de escadas e entregou a  Hector um molho de chaves. O "chefe" dos detentos pegou as chaves e colocou-as no bolso da calça, depois, falou alguma coisa baixinho para o guarda, que voltou  para a escada, subindo novamente para o andar superior.

            Fausto suava frio. A penitenciária estava numa grande penumbra. Os corredores escuros deixavam grandes espaços sem luz, onde facilmente daria para esconder alguém ou ter a surpresa de encontrar alguém escondido. Ele sabia que estava correndo risco, mas teria que prosseguir no encalço dos três detentos. Ele tentava relutar, mas a sua doença que lhe forçava a fazer isso.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá, você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.