Capítulo

Publicidade

Capítulo 15

            O quarto de Maicon parecia um cenário de filme de ficção científica: dois notebooks e três computadores montados em vários HDs espalhados por uma escrivaninha enorme; três impressoras, duas caixas de som e um scanner profissional. Tudo isso funcionava ao mesmo tempo. Numa tela, viam-se pessoas conectadas e conversando ao mesmo tempo em que palavras e códigos sem sentido para os policiais apareciam nas outras diversas telas dos vários computadores. De vez em quando, alguma das telas pulava aparentemente sozinha de sites diversos para algum perfil do Facebook ou do Twitter para depois voltarem os códigos e números binários de 01010101, que juntamente com vários comandos e pedidos de senha, criavam um quebra-cabeça que deixou os investigadores con

            - Ô louco, Maicon, que maluquice é essa aqui?

            - É uma varredura em rede.

          Maicon olhou para as suas máquinas e teclou alguns códigos de acesso num teclado que estava em cima de sua cama e todas as telas ao mesmo tempo começaram a exibir o jogo de Barcelona x Real Madri pela semifinal da Champions Ligue.

            - Pronto, Teixeira - falou o menino - agora você fica menos curioso e consegue escutar o que eu tenho pra falar.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá, você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.