Capítulo

Publicidade

Capítulo 11

             Berinjelo foi até a guarita que fica dentro do pátio usado para o banho de sol dos detentos e olhando tudo ao seu redor, passou furtivamente um papel para o vigia que leu e rapidamente falou algo em seu ouvido. Dali, Berinjelo caminhou tranquilamente até o outro lado do pátio onde Hector se divertia numa animada partida de dominó. Do  meio do pátio, Fausto conversava com Ferrugem, mas prestava atenção em tudo o que acontecia. Então, para ter uma visão melhor, ele puxou Ferrugem para um dos bancos de cimento que ficam ao lado da mesa, onde se disputava a animada partida que Hector participava. Disfarçando, Fausto não tirou os olhos do negrão, até que ele parou a uns quatro metros de Hector, que prontamente se levantou e abraçando-se ao amigo grandalhão foi caminhando e conversando baixinho ju

            “Puxa, que porcaria!” Pensou Fausto tentando não perder nenhuma ação.

De repente, Berinjelo veio ao encontro de Fausto e Ferrugem falando calmamente:

            - Enferrujado, o Hector está te chamando ali, no meio do pátio!

Fausto fez menção de acompanhar Ferrugem até onde Hector o esperava e foi contido pelo grandão que lhe segurou pelo braço.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá, você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.