Capítulo

Publicidade

Coisas em comum

POV Dakota

O calor esta me irritando e muito.
Abro meus olhos aos poucos e o calor vem de um corpo enorme sobre o meu.
Jamie praticamente me usa como colchão e esta deitado em cima de mim.
- Sai de cima de mim.
Digo batendo no braço de Jamie que resmunga.
- Sai...
Empurro ele que roda na cama, sem parar e vai para o chão.
Fecho os olhos ao ouvir o barulho da queda e logo em seguida um gemido de dor.
- Que merda, Dakota! 
- Você estava em cima de mim. Só pode ficar em cima de mim se estiver me fodendo. Fora isso é proibido.

Saio da cama e vou para o banheiro correndo.
Sexo a noite toda, não faz bem para a bexiga. Muita cutucada nela.
Sento na privada e suspiro quando o alivio vem.
- Vai demorar muito? Estou apertado.
- Que merda, Jamie!
Pego um rolo de papel e jogo nele que ri da porta do banheiro.
- O que foi?
- Me deixa usar o banheiro em paz.
- Você esta fazendo o numero dois?
- Não... Se fosse eu teria fechado a porta.
- Se quisesse privacidade teria fechado a porta. Anda logo ou mijo em você.
Sai que vou me limpar.
Ele sorri malicioso.
- Sai logo!

Ele apenas se vira, me dando as costas.
Reviro os olhos e me limpo.
- Terminou?
- Sim...
Me levanto da privada e dou descarga.
Ele vem correndo, cobrindo seu membro que parece duro.
Enquanto lavo minha mão, ele para em frente a privada vejo relaxar ao se aliviar.
- Da próxima vez espere eu sair do banheiro.
- Vai ter uma próxima vez? Não acho que vamos dividir o mesmo quarto tão cedo. Vamos embora hoje e nunca mais dormiremos juntos assim. Vamos só foder e só. Lembra?
Balança o quadril e da descarga.

Pego a toalha e seco minha mão.
Encosto minha bunda na pia e vejo ele vir lavar a mão.
- Fico feliz em saber que não presenciarei essa cena de novo.
Jamie para do meu lado e lava as mãos.
- O que temos pra hoje?
Pergunta e puxa a toalha da minha mão.
- Oficialmente a inauguração da editora. Um coquetel com gente chata, bebendo algo ruim e comendo algo que não enche nada na minha barriga.
- Canapés?
- Sim...
- Odeio isso. Qual o problema de servirem comida de verdade?
- Exatamente!
- Filé bem grosso e suculento.
- Estou com fome, para de me torturar. 
- Então vamos nos arrumar, comer muito no café do hotel e ir para aquele lugar acabar logo com isso.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.