Capítulo

Publicidade

A Aposta II

POV Jamie

Chego a festa da editora e vejo Helen.
Ela sorri toda dada para mim e me arrependo muito de ter comido ela semana passada.
Não estou mais suportando esse sorriso e suas investidas.
Ainda não sei como fiz uma merda dessa, já que ela responsável pela publicação do meu livro e não misturo trabalho com prazer.
- Jamie...
Sussurra meu nome tentando ser sexy e tenho vontade de rir.
- Helen...
Ela beija meu rosto.
- Seu livro esta sendo um sucesso.
- Que bom!!!!
- Ainda quero conhecer esse homem romântico que escreve lindas historias de amor.

Começo a rir alto e ela me olha sem entender.
- Não misture as coisas Helen. O fato de escrever romances não me faz um romântico.
Me aproximo dela.
- Acho que já sabe o tipo de homem que sou.
Pisco pra ela que fica vermelha.
- Sou o tipo que apenas da prazer.
Me afasto dela.
- Meus envolvimentos com mulheres é sem qualquer interesse, além de sexual.
Espero que ela tenha entendido o recado.
Sinto um toque em meu ombro.
Me viro e abraço Luke.
- Como vai amigo?
- Bem...

Helen sorri para nos dois.
- Vou dar uma volta na festa.
Passa pelo Luke se esfregando nele.
Quando ela se afasta começo a rir.
- Filho da mãe. Você esta comendo a Helen.
- Ainda não.
Responde rindo.
- Estou esperando o cheiro do seu pau sair dela.
Minha risada é tão alta que todos me olham.
- Vai demorar pra sair dela viu. Ainda mais com ela querendo mais.
- Por isso ainda não peguei. Não sou o tipo de ima noite só como certas pessoas.
- Isso foi indireta?
- Foi uma direta já, Jamie.
Reviro os olhos rindo.
- Eu não sou homem de uma mulher só. O mundo esta aí e quero provar todas que eu puder.
- Eu ainda não entendo como pode escrever livros tão bons de romance.

Me inclino pra ele e sussurro.
- Isso atrai mulher. Elas acham que eu sou cara ideal.
- Ai você vai e mostra que o maior safado da terra.
- Bem assim.
- Não tem medo delas te odiarem?
- Não. Eu nunca repito figurinha e sabe disso.
- Qualquer dia vai encontrar alguém tão filho da puta quanto você.
- Acho difícil de acontecer.
- Um dia uma mulher te amarra.
- Luke eu não sou homem para essas coisas. 
Ele olha em volta rindo.
- Vamos fazer uma aposta?
- Aposta?
- Sim... você se gaba de que todas as mulheres se apaixonam por você.
- É o meu carma.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.