Poesia
15
1

Capítulo

Publicidade

Sapiofilia

Te vejo, logo te noto
Tu entras, logo sorrio
Um texto qualquer
A resposta de qualquer pergunta
Leio e sorrio
Tu escreves, tu me encantas
Por onde andas? Se não comigo?

Se expressa, me excita
Olhos de alma erudita
Acanhada, refinada
Minha alma eremita
Por ti desperta

"Morreu todo mundo"
Durante toda minha vida
Mas naquele turbilhão
de emoção perfeita
Te vejo estudar
Concentração mais linda
Me encanta, me ilumina
Tal ciência deslumbrante

É a chave pra minha atração
Te olho, te admiro
Em ti
Penso, logo existo
Separado de ti
Sou apenas um mito

E a algema anelar
Que te prende tão longe
É o livro mal escrito
Que não precisa estudar

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá, você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.