Suspense-Mistério
33
1

Capítulo

Publicidade

C4p1tul0 C1nc0

Num3r0 Um

Com o passar das semanas, Clara foi se acalmando na medida em que as lembranças esfriavam, outra coisa que ajudou bastante foi a imprensa esquecer como uma cadeira “misteriosamente” voou em direção ao criminoso. Quanto mais filmes ela assistia, mais tinha certeza de que “superpoderes” são legais apenas lá.

Ela termina de arrumar o apartamento e se deita de qualquer jeito no sofá, olha para o seu “diário de lembranças”, mas fica com preguiça de esticar o braço para pegá-lo. Como acontece sempre, sua mente se perde ao observar onde vive, já tem mais de cinco meses que está morando com Daniel e ainda tem certeza de que não retribuiu nem a décima parte de tudo que ele já proporcionou para ela.

A loira já está quase cochilando quando ouve alguém batendo na porta. Ela se levantar de uma vez e fica temerosa, sempre que batem na porta ela fica assim, morre de medo de causar qualquer problema para Daniel. Ela fica de pé pensando no que fazer, talvez fingir que não há ninguém e não atender, mas isso não dará certo, a luz do apartamento está acesa, seja quem for já viu o brilho pela fresta.

Ela dá dois passos para frente e um para trás a cada novo pensamento, talvez tenha deixado alguma digital e a polícia conseguiu encontrá-la, ou então foi vista no beco e seguida, mas por que esperaria tanto tempo? Se quisesse esperar a poeira baixar e puder assim chantageá-la? Sua cabeça vira um turbilhão com todas as possibilidades criadas pelo seu subconsciente até que ela chega à porta.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.