Suspense-Mistério
31
1

Capítulo

Publicidade

C4p1tul0 Tr3s

Num3r0 Um

Durante todo o percurso ela foi se questionando o “por quê?” de não conseguir agir como todos e recuar nessas ocasiões. O bairro de São Vitor não é muito grande, então logo ela vê uma aglomeração de pessoas e carros da polícia. Clara pede para ele parar o carro, paga a corrida e sai às pressas.

Ela corre, mas tentando não ser vista, observa onde é a farmácia e o nervosismo dos policiais e curiosos, então chega o pior momento. A loira entra em um beco sem saída, se certifica de que ninguém a observa, vai para trás de um container de lixo, primeiro ela hesita por vergonha, mas essa vontade de agir é ainda maior, ela confere outra vez se ninguém a espiona e começa a tirar a roupa.

Quando está completamente nua, ela junta suas vestes e as esconde sob o container. Suas bochechas esquentam quando corre para fora do beco, mesmo chegando à rua, cheia de gente preocupada com o desenrolar do sequestro, e ainda assim ninguém a nota.

Com passos cautelosos para não ferir os pés macios no asfalto, ela invade a farmácia sem ser vista. A loja é grande, os reféns estão no depósito e o meliante na porta que dá acesso. Ele está bastante agitado, com uma mão segura uma arma e na outra um telefone entregue pela polícia onde conversa com um negociador.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.