Capítulo

Publicidade

Cap. 34 - Nas mãos da sorte (Parte II)

Foi tudo muito rápido, quando achei que iria dar a cartada final, agora me vejo presa com o braço doloridamente forçado para trás e uma arma apontada na minha cabeça, com aquela voz falando quente no meu ouvido:

Foi tudo muito rápido, quando achei que iria dar a cartada final, agora me vejo presa com o braço doloridamente forçado para trás e uma arma apontada na minha cabeça, com aquela voz falando quente no meu ouvido:

_Sua vadia... achou mesmo que daria esse show ferrando comigo e sairia ilesa? Antes disso eu acabo com você! Já que fui em quem te criou, nada mais justo do que eu acabar com a minha obra prima, né verdade? 

Eu não conseguia me mexer e naquele momento, parecia que só havia nós dois ali.

_Você agora vai falar pra os seguranças se afastarem o suficiente para que a gente possa sair. Anda, sua vagabunda, manda eles saírem!!!

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.