Romance
70
3

Capítulo

Publicidade

Capitulo dedicado à: Como prometido mais um capítulo fresquinho. A Priscila escapou finalmente das garras do monstro do gerente, bom , eu acho que conseguiu, será que sim? Ou terá sido só por um momento? Será que todo seu esforço terá recompensa? Ou só serviu para ela inflam


Capítulo 4

Ele coloca o dedo no gatilho ninguém ousa falar uma palavra, a tensão pode ser cortada por uma faca. 
Automaticamente fecho os olhos para que eu não veja a bala vindo em minha direção.
- Olhos abertos Ten. 
Não o obedeço, estou me borrando de medo e não tenho vergonha de dizer.
- Eu disse olhos abertos. Merda.
Eu o obedeço a contra gosto e suo frio quando ele mira sua arma em minha testa.
Posso dizer oficialmente: Adeus mundo cruel. 
Quando está prestes a atirar escuta-se um grito nervoso:
-- Sr .... Sr - o Capanga da guarita chega abaforado. Eu me viro saindo da posição exigida o fitando.
- O que quer que seja pode esperar, volte para o seu posto. - sobresalta nervoso com a interrupção.
- Desculpe Sr., eu não interromperia uma execução se não fosse realmente importante, só que o Sr Juare

Macaco de imitação.
O Jonas entrou recentemente para o grupo,só não sei dizer para máfia mas uma coisa é certa sabe como tentar ganhar respeito do chefe mostrando serviço.

É... esse conhece a chave para o sucesso.

Pela visão periférica observo seu porte físico. Ele é pouca coisa acima do meu tamanho e magro o que eu poderia tentar algo se não estivesse debelitada e se também se ele não possuisse a vantagem de ter uma arma enquanto eu tenho a desvantagem de uma e da fraquesa.
Sei que tenho que agir mas não sei o que fazer. Ainda!
Ficar aqui não é uma opção pra mim, afinal idependente do que fizer o meu destino final será fatal aqui.

Estou em desvantagem e com dois pontos negativos ao meu favor.
Seguimos pelo extenso corredor até pararmos em uma porta de madeira, ele saca do bolso um molho de chaves e começa a testar uma por uma, o que me dá a oportunidade de colocar as engrenagem na minha cabeça para trabalhar vigorosamente á fim de encontrar uma solução para o meu problema.
Assim que encontra a chave certa ele abre a porte e gira o corpo se afasta ligeiramente para que possa me dar passagem. Eu meio que tropeço e sem nenhuma paciência ele olha para o teto em busca de sei lá o que, mas eu agradeço pois era isso que eu precisava!
Vibro.

Sem menos esperar eu o empurro com toda a pouca força que me resta.
O impulso foi tão grande que seu corpo que estava relachado e inesperado para o momento voou.
Tudo acontece em câmera lenta.
A principio corpo plana no ar como se não

Agradeço á Deus pela minha sorte que eles trocam suas roupas no serviço, senão estaria ferrada.
Encontro as roupas do novato e repidamente visto a calça, a camisa polo e o tênis que na verdade ficou um pouco largo mas dá pro gasto.
Um volume no bolso da calça na frente me chama a atenção que descubro ser a chave da moto do novato. Sorrio pela facilidade, moto é mais rápido e feloz, facil de fugir e de passa por becos, vielas e ruelas.
O macaco de imitação costumava ser exibido com seu brinquedinho. E ele não sabe o quanto eu lhe sou grata hoje pela sua ostentação.
Devidamente vestida, recolho em seguida desde roupas, boné, jaqueta, dinheiro, óculos, também encontro uma faca e uma adaga que me podem me ser útil e ainda todas as chave de carros ou motos que encontro, o máximo que eu puder atrasá-los &eacut

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.