Capítulo

Publicidade

CORAÇAO

Por Melanie

A frase que. Rodrigo usou pra mim hoje , foi um verso tirada da musica do Projota que pra se envolver comigo tem que ter coração de corintiano.
------Ainda bem que sou flamenguista e feliz.
Sorri feliz e sai com o carro.
Dois minutos depois meu telefone troca e é Rodrigo.
----Diga meu amor.
----O que acha de eu quebrar a porta que divide nosso quarto?
----Estamos juntos apenas 7 meses, acho pouco tempo.
----NAO existe tempo para ser feliz, ou VOCE nao acredita que vamos viver velhinhos para sempre.
-----Eu sou jovem.
Rodrigo sorri e se cala e então imagino sua carinha ficando sério.
-----Hoje senti a necessidade de dizer que eu te amo, fica bem tá?
Uma lágrima cai de meu olho e respondo.
-----Eu também te amo,  e pode deixar que ficarei bem.
Pelo retrovisor , vejo que tem um carro me seguindo.
-----Depois

Trabalho o dia todo pensando no que fazer e sigo pra casa.
Nao tem como eu deixar Rodrigo nessa linha cruzada.
Quando digo a ele sobre os dias de licença,  ele faz N planos para gente ir e ja vai reservando hotel em Angra dos Reis.
Sua animação me contagiou e pela madrugada partimos.
Permiti-me viver tudo quanto podia nesses quatro dias.
-----Policat,  voce me ama mesmo?
-----Claro Singer CAT. Por que a pergunta?
-----Então casa comigo.
-----Caso uai, daqui ha alguns anos nós com certeza casaremos.
Estávamos sentados na área da praia observando o por do sol e o movimento preguiçoso das ondas.
-----Nao linda, eu digo já.  Tipo amanhã.
----Por que a pressa? Eu fiz a prova semana passada para a policia federal, teríamos que esperar o resultado,  voce vai gravar um cd e consequentemente um

A volta pra casa foi em um silencio desesperador.
Rodrigo NAO esboçou nenhuma reação e eu sinceramente temo por sua vida.
Nessa noite eu durmo na minha mãe.
No dia seguinte,  tem um buquê de rosas brancas me aguardando .
"Estou indo trabalhar e volto na quarta. Se estiver disposta a me aceitar de volta, esteja la em casa às 6."

Foram dias tortuosos,  se alguém me perguntasse se estou bem, minha boca tremia de vontade de chorar novamente.
Consigo evitar que uma carga seja roubada pelos homens de Panelinha e na manha de quarta-feira um envelope preto me aguarda debaixo da porta.
"Voce tem fugido por tempo demais, mais uma tentativa de pisar no meu calo e eu acabo com VOCE e todos que estão a sua volta ."

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá, você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.