Capítulo

Publicidade

CODIGO DE BOA VIZINHANÇA

Por Melanie

Juro que prefiro a tortura do inspetor a essa.
Cada dia e uma caramba.
Sinto coisas que nunca senti antes.
Meus bicos dos seios estão inchados e sensíveis.
Minha boceta está escorregadia e vibrando.
A cada tapa que escuto piora minha situação,  eu por um momento queria estar no lugar dela.
Ele xinga ela que quase arranca a porta no peito e eu faço a dancinha da Vitória.
Essa noite ele nao canta e eu nao consigo dormir.
Fico pensando na minha mae e no meu irmão Jose.
Minha irmã Mari simplesmente se mandou.
Ontem fui ao cemitério visitar meu pai.
Eu queria ele aqui comigo pra me chamar de Mel e ditar as situações.

Queria meu pai para dizer que tudo vai ficar bem e quando eu acordasse de madrugada com pesadelos ele me deixasse faltar do serviço e dizer que posso porque ninguem e de ferro.
Sem perceber estou chorando.
Que saudades.
A cena volta mais uma vez na minha cabeça e está tao nítida como a 13 anos atrás.

Acordo num sobressalto com o barulho do despertador e nem sabia que tinha dormido.
Olho no espelho e pareço um autêntico panda com olheiras e olhos inchados.
Disfarço como dá com maquiagem e vou pra delegacia.
Me apresento ao delegado que me informa que terá blitz hoje,  aproveitando a chegada do fim dr semana.
Odeio blitz, sou mil vezes a favor da apreensão do que caçar irregularidades.
Analiso alguns casos pendentes e ja esta na hora.
Sigo ate meu armário e coloco o colete a prova de balas, pego um boné , meu óculos e o armamento.
-----Assim ate eu viro bandido.
Finjo nao ouvir e tento seguir meu caminho quando um soldado passa a mao na minha bunda.
Sem ao menos ter tempo de pensar, pego impulso com o joelho no seu estômago aplicando uma chave em seu pescoço.
-----Ajoelha babaca.
O idiota se ajo

O dia foi longo e tudo que eu queria era chegar em casa e desmaiar.
Ja pedi uma instalação de internet mas estão me enrolando.
Roubo mais uma vez a internet do meu vizinho safado , que por sinal esta em casa.
Estou entrando no banho quando ele começa a tocar mais uma musica que desconheço, volto para o quarto e deito na cama para prestar atenção melhor na letra.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá, você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.