Capítulo

Publicidade

Redenção

Olhava para aquela mulher atônita sobre o sofá e não mais sentia vontade de executá-la. Ela nunca fora “a outra”. O ex-marido só ficou com ela após deixar Rosana. Claro que houve flertes, pedidos para larga-la. Mas que mulher apaixonada não faria o mesmo?

Ela já recebera punição suficiente. Vira o futuro marido ser esfaqueado como um touro ao final de uma tourada. Iria poupá-la.

Em estado de choque, a ruiva nada dizia. Ela já nem sabia mais o que era real e o que era fantasia, pesadelo ou alucinação. Talvez por isso não reagiu ao ver o cadáver de Marcos, inerte a quase uma hora, começar a se mexer.

Com apenas um furo no pescoço por onde grande parte do sangue presente no corpo esvaiu, Marcos mantinha um porte físico agradável, mesmo parecendo um pouco mais flácido do que de costume. No lugar dos olhos, uma luz avermelhada e opaca.

Ele avançou sobre Rosana, tentando pegar a faca do chão, mas o movimento conjunto dos dois afastou o objeto cortante para baixo do sofá. Em condições normais, a mulher teria pouca ou nenhuma chance em uma batalha corporal contra aquele brutamontes, mas era só um corpo sendo movido por alguma energia mística.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá, você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.