Capítulo

Publicidade

Vídeo


Declarada Guerra no Astral

Cansados de coexistir com o Reino do Caos no Astral, Os Celestes começaram a organizar um plano para atacar e exterminar os demônios. Miguel é enviado para o Mundo Vivo como um líder religioso a fim de angariar almas para a Ordem, assim os Celestes drenariam a energia dos mortos puros e conseguiriam ampliar sues poderes.

Ira, um dos Sete Generais do Caos, descobre os planos dos Celestes e conseguem entrar no Mundo Vivo. Com uma estratégia audaciosa para conseguir almas para o Reino do Caos, o demônio e sua pequena tropa infernal conseguiram possuir lideres de países e afundar a Terra e os povos em conflitos. O estopim para mais derramamento de sangue acontece com o assassinato de um herdeiro ao trono e sua esposa por um sérvio.

Em 1914, no Mundo Vivo, a Primeira Guerra Mundial acontece. Durante 4  anos a dimensão dos mortais forneceu almas de soldados e inocentes para o Astral. Entretanto, a Guerra no Astral entre o Reino da Ordem e do Caos durou aproximados 2 milhões de anos, uma vez que o tempo passa de maneira diferente nas duas dimensões.

Miguel conseguiu banir Ira para o Reino do Caos e estabelecer a paz no Mundo Vivo, se declarando vencedor, embora não tenha  conseguido destruir os domínios de Heylel e seus soldados profanos.

Não se sabe quando, mas indignado com a derrota para a Ordem, Soberba uma das Sete Generais do Caos, conseguiu atravessar a Contenção e entrar no Mundo Vivo. Usando de suas influências, tomou a mente do maior ditador da história e potencializou seus pensamentos de guerra eminente. Espalhando terror e morte pelo Mundo Vivo, o Véu da Realidade já fragilizado pelos acontecimentos durante centenas de anos é manchado, cobrindo o mundo como um pano negro fazendo que o Criador, distante no Universo, perdesse por completo o contato com sua obra de maior valor: os humanos.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.