Capítulo

Publicidade

A Vinda do Celeste

Gabriel vasculhou todo o Reino da Ordem atrás do portal que levaria para o Mundo Vivo, aberto após a morte de tantas almas inocentes, com a ajuda de seus anjos mensageiros a tarefa se tornou mais fácil e o Celeste obteve êxito.

Ao transpor o Portal, Gabriel se sentiu flutuando no espaço, não possuía mais seu corpo celestial, era uma energia de luz, um grande e luminoso feixe de luz cruzando os céus. Misteriosamente, o Celeste foi atraído para terras longes das aldeias de Rupave e Sypave. Atravessou um mar sem vida e e um interminável deserto pousando sobre o telhado de uma casa, era a morada de Avan a esposa de Caim. Gabriel logo percebeu o motivo de ser atraído até aquele lugar. Avan possuía fé, acreditava em forças superiores, podia conversar com os anjos e conhecia a verdade sobre a Criação, embora não compartilhasse com ninguém, pois temia ser considerada louca.

O Celeste conhecia as angústias da esposa; seu marido assim como seus filhos eram monstros comedores de gente e voltariam ao anoitecer para caçar os sobreviventes do último ataque. Gabriel, por sua vez, ofereceu auxilio para a mortal, revelou-se em sonhos para a mulher e pediu autorização para usar seu corpo, afinal, na forma de energia não poderia banir os Vampiros. Avan não acordou a mesma pessoa naquele dia, em seu corpo agora habitava Gabriel.

A noite caiu e os vampiros saíram dos seus esconderijos, confiantes e poderosos, avançaram como uma nuvem de morte com cheiro de sangue para as cidades. Gabriel, mesmo com os poderes reduzidos por ocupar o corpo de uma mortal, conseguiu banir os vampiros utilizando os seus dons celestes. As criaturas da noite fugiram sobrepujadas pelo poder avassalador da luz celestial.

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.