Capítulo

Publicidade

Capítulo 60: Alma podre

Capítulo 60: Alma podre

Com um impulso fora do normal, as portas do hall de entrada da Mansão Mantovani abriram-se. A força foi tanta que ouvi um barulho em seco quando elas se bateram contra as paredes.

-- Onde ela está? - Santino berrou rompendo o silêncio e marchou sala adentro, alarmando os soldados que faziam a vigília.

Eu estava tremendo da cabeça aos pés, por vê-lo tão nervoso. Meu marido parecia um touro raivoso imparável, mais ou menos como vemos os acidentes daquelas touradas que vão muito mal quando soltam os touros bravos pelas ruas de Pamplona na Festa de São Firmino! Todos os meus sentidos estavam em alerta, eu sabia que ele estava armado e temia pelo pior.

De todos os assuntos que conversei com Santino ao longo dos meses que estavam juntos, havia um que era capaz de realmente abalá-lo: Andrea. E agora o garoto estava nas mãos de nossos inimigos, com o agravante de Santino ser um dos últimos a saber que Irene tinha mesmo lhe dado um filho legítimo.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá , você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.