Capítulo

Publicidade

6 - MALDITOS

Iago suava frio mesmo com a chuva caindo sobre seu corpo. Os irmãos estavam do seu lado, todos sorridentes e alegres. Mas ele estava preocupado. Se não conseguissem a mulher logo, sua mãe o devoraria em três dias. Estava perto de completar os dezoito anos e sabia muito bem o que acontecia com as crianças nessa idade.

— Você deu sorte hein Iago. Perto do seu aniversário essa mulher apareceu. Parece que vai conseguir pelo menos um mês a mais de vida — disse um dos irmãos, com cabelos tão brancos que pareciam neve.

Ele olhou para o lado e forçou um sorriso. Só sentiria-se seguro quando tivessem ela em mãos e caminhassem na direção da caverna. Seu fim era inevitável, sabia disso. Não podia fugir. Mas talvez conseguisse ajuda de Breno. Afinal, ele era o único deles que vivia fora de todo aquele ritual, conseguindo se esconder de todos sabe-se lá como.

— Pois é. Parece que a sorte me presenteou mesmo — respondeu, continuando a andar na direção do hotel.

— Mamãe está ansiosa. Consegue sentir? A fome dela está nas alturas. Faz um tempão que ela não come e você percebeu que ela diminuiu de tamanho? — Continuou o irmão.

...

...

...

É preciso estar logado para visualizar o restante do capítulo.

Este conteúdo é protegido pela Lei nº 9.610/98 – a Lei de Direitos Autorais.
Assinar ou apresentar como seu é crime pois viola os direitos de autor.

O acesso a este conteúdo é registrado de acordo com as políticas de uso.

Ir para outro capítulo:

Capítulo comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários

Carregar Mais

Livro compartilhar

Olá, você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.