Relatos de verão

Aventura

Livro resumo

Estatísticas totais


0

0

0


Classificação

Livre

Publicado em

29/09/19

Status

Finalizado

RESUMO

Havia uma família que morava em Nova York, a família Meeler. Era uma família de 6 pessoas: o casal e seus 4 filhos, Harry, Emma, Billy e Lucy.

Certa manhã a família toda estava tomando café na cozinha e Harry falou:

- Vamos longo senão não vamos conseguir pegar o ônibus?

Assim todas as crianças desceram do prédio se despedindo de seus pais. Após um dia normal na escola as crianças voltaram para casa e sentaram à mesa para almoçar com seus pais. Emma falou: - quais serão nossos planos de verão?

E Billy falou: - que tal irmos a um acampamento?

- Eu acho bem legal; nunca fui a um acampamento, disse Lucy. Eu acho uma ideia ótima, disse a Sra. Meeler.

A excursão ia começar no sábado de manhã.

No dia do acampamento,a a Sra. Meeler  entrou no quarto de Harry e falou:

-Acorde, hoje é o dia do acampamento, troque de roupa e acorde seus irmãos.

-Está bem já estou indo, disse Harry

Estavam todos na cozinha tomando café  e conversando sobre como vai ser legal as suas férias de verão. Chegou a hora, a Sra. Meeler levou-os até o ponto onde o ônibus do acampamento iria passar. Assim que o ônibus chegou, eles se despediram de sua mãe e entraram no ônibus dando tchauzinho com as mãos.

Ao chegarem lá, repararam como era lindo o acampamento, as cabanas de madeira, os os campos de futebol, basquete e até basebol, também perceberam que iam ser as 8 semanas mais legais de suas vidas.

Todos estavam conversando e se conhecendo, as pessoas que não são novas, ou seja, vieram nos anos passados, chegavam e já iam ao refeitório. Havia uma mulher vindo na  nossa direção, parecia ser a inspetora do acampamento. Então ela chegou e falou:

-Eu sou a inspetora do acampamento, a Srta. Lay, agora eu vou falar os grupos que dividiram as cabanas...

Então Emma e Lucy ficaram com a Rubie, Sofie e Zoo. Harry e Billy ficaram com Liam, Louis e Steve. Depois da inspetora formar os grupos, ela falou:

-Vão para o refeitório, preparamos lanche par vocês.

Bom, no refeitório todos os grupos estavam sentados e pela porta começaram a entrar pessoas que pareciam trabalhar no acampamento, então chegou uma menina na mesa de Lucy e Emma que falou:

-Oi eu sou a monitora da cabana de vocês, eu me chamo Maddie, apelido pra Maddison e é um prazer conhecer vocês meninas.

Bom, na mesa de Harry e Billy chegou um menino que falou:

-Olá, eu sou o Mike e é muito bom ficar aqui com vocês, seremos grandes amigos porque eu acho que vocês vão gostar e vão voltar ano que vem, eu aposto.

Então a Srta. Lay chegou no refeitório e ela parecia entusiasmada, mas ela falou:

-Todos lá pra fora, vamos fazer uma fogueira e comer marshmellos, hhhhiiiii! Vai ser muito legal. E assim todos foram super animados pra fogueira.

-Já está sendo as melhores férias, nunca fizemos uma fogueira kkkkkkk, disse Billy animado.

-É não dá pra fazer fogueira no apartamento e nem dá ideia senão nós nunca mais voltamos pra cá, disse Emma.

-A parte da fogueira foi bem legal a Srta. Lay contou lendas do acampamento e todo mundo riu, mas derepente Lucy ouviu algo nas moitas mas ignorou pois devia ser um pobre coelho como sempre.

-Bom gente é isso por hoje vai ter muitas mais coisa nessas 8 semanas, monitores levem seu grupo para as cabanas, é isso boa noite e ótimas férias de verão, disse a Srta. Lay.

Já de madrugada, Lucy acordou com fome então saiu de sua cama e na pontinha do pé, pra não acordar os outros saiu da cabana direcionando-se ao refeitório, chegando lá comeu biscoitos com leite, após sair do refeitório foi andando calmamente até a sua cabana, mas ouviu a moita balançando. Depois de ver isso ficou assustada, mas sem medo foi ver oque era.

Assim que ela chegou perto da moita torceu para que não fosse nada demais, então contou 1, 2, 3, aí ela abril a moita e não acreditou no que viu. Era um Gnomo, o gnomo assustado falou:

-Não se assuste, eu não vou te machucar jovem menina.

-Quem é você, que tipo de criatura você é e o que está fazendo aqui?, disse Lucy super assustada.

E o gnomo falou:

-Olá eu sou o Richy, eu sou um gnomo e eu estou pegando estoque pra sobreviver a este verão.

-Eu só posso estar sonhando, disse Lucy confusa.

-Você não está sonhando, eu prometo que eu já vou embora só vou procurar mais algumas coisas para nós sobrevivermos, disse Richy.

-Espera um pouco aí, quer diser que tem outros de você nesse lugar?, disse Lucy

-Sim, meus amigos e família, você quer conhece-los? Eu posso fazer chá pra nós, disse Richy.

-Se isso tudo for verdade, sim eu adoraria, mas vai ser rápido, não é?, disse Lucy preocupada.

E Richy falou:

-Sim, é claro, lá é lindo você vai amar.

Então no caminho os dois foram conversando até o esconderijo de Richy, também pra ele não é todo dia que um ser humano não bate no gnomo após o velo e pra ela não é todo dia que se vê um gnomo. Ao chegarem lá, Lucy viu como era lindo o esconderijo dos gnomos. O local era muito colorido, havia vários gnomos trabalhando em equipe, se você desse uma volta completa iria ver as casas na árvore que eles fazem era tão perfeito que Lucy até imaginava uma música tocando junto com seus olhares. Mas chegou uma hora onde todos os gnomos perceberam que havia uma humana em seu esconderijo e todos os gnomos entraram em desespero, todos correndo pra lá e pra cá gritando, mas isso pra Lucy foi como nos filmes, quando a música de alegria para de tocar, mas Richy falou:

-PAREM! SILÊNCIO!

Então todos pararam de gritar e ficaram olhando para Richy.

-Eu a trouxe aqui, talvez ela possa nos ajudar ela veio do acampamento ai eu a trouxe para tomarmos chá e...

-Mas na verdade já está tarde, o céu já está clareando e se eu ficar aqui mais 15 minutos vai dar 5:30 h, justamente a hora que ela acorda e vê se todas as crianças estam na cama e se ela ver que eu não estou posso ter uma detenção e nunca mais voltar aqui, mas amanhã eu posso almoçar depressa e vir pra cá, assim vocês me falam no oque que eu posso ajudar, tudo bem?, disse Lucy preocupada.

-É claro, desde que volte pra a gente tomar chá, tudo bem, disse Richy.

- Então, até logo amigos, disse Lucy.

Então Lucy seguiu o caminho até chegar ao acampamento.

-Alguém sabe o que significa´´ amigos``?, perguntou Richy a seus amigos gnomos assim que Lucy seguiu caminho até o acampamento.

Entrou em sua cabana, deitou em sua cama e tento dormir, não conseguiu, pois não acreditara que há 10 minutos ela estava conversando com gnomos, mas ficou feliz em conhecer um novo amigo, mesmo que ele seja um pouquinho, quer dizer, demais menor que ela.

Então, como de costume na maioria dos lugares, cocoricou a galinha por volta das seis, seis e meia e, obviamente Lucy foi a primeira a acordar, mentira foi a Emma porque Lucy nem dormiu então ela não acordou.

Na cabana de Emma e Lucy, que, na verdade a cabanas delas se chamam cabana Fuinha, porque cada cabana tem o nome de um animal. Na cabana Fuinha todas as meninas estavam se trocando para tomarem café da manhã no refeitório. Então Lucy e Emma estavam indo juntas, mas pararam  na porta do refeitório para esperarem Billy e Harry. Enquanto isso Emma falou para Lucy:

-Onde esteve ontem a noite Lucy?, eu vi você sair da cabana.

-Eu vim pro refeitório, bateu aquela fome na madruga e vim comer biscoitos com leite, disse Lucy que sentira falar a verdade mas tinha mais coisa pra falar mas não podia.

-Mas por que demorou tanto?, perguntou Emma percebendo que havia mais coisa por trás disso.

-Ah, foi porque eu derramei leite na mesa e, você sabe, até achar o pano e tal, disse Lucy gaguejando.

Então, Harry e Billy chegaram e, pareciam não terem tido uma boa noite ou uma noite de sono adequada para estarem com cara de pessoas que foram atropeladas por um ônibus no outono.

-Vamos entrar! Eu estou faminta, estávamos só esperando vocês, disse Emma entusiasmada para ter primeiras impressões do café da manhã do acampamento.

-Sim! Estou com fome também, disse Lucy que na madrugada comeu seis cookies e um copão de leite e por isso precisa mentir para que não desconfiassem.

-Sim, disseram Harry e Billy na mesma hora e desanimados com cara de espantalho.

Então Harry, Billy, Emma e Lucy se sentaram na mesma mesa no café, mas Harry foi o único que reparou que Lucy estava estranha, ela não estava falando nada e não estava comendo de acordo com a fome que ela dizia estar e ela só ficava olhando pra mata com cara de que só pensava em um assunto.

Depois que todo mundo termina de comer, Srta. Lay libera atividades ao ar livre se alguém quiser fazer. Então Harry, Billy e Emma queria ir para o lago pra andar de canoa, mas Lucy disse que queria fazer outra atividade, então ela foi jogar War com Rubie, Sofie, Zoo e Maddie, mas é claro que na verdade ela não queria jogar e sim ver o seu amigo gnomo Richy, mas ela teve que ficar jogando porque seus irmãos estavam no acampamento ainda esperando para que arrumassem as canoas. Então Srta. Lay falou:

-Para as pessoas que querem andar de canoa, eles já liberaram- as. Então Harry, Billy e Emma seguiram mata à frente até o lago. Quando Lucy perdeu eles de vista, saiu correndo, mas então Zoo falou:

-EI! É a sua vez de jogar o dado e o jogo ainda não acabou, então Lucy voltou a mesa nem se sentou, então Zoo jogou seus três dados e olhou pra Lucy que estava prestes a jogar com apenas um dado, então Lucy jogou e caiu um seis então falou:

-Pronto ganhei, meu objetivo era América do Sul e Ásia. Então ela saiu correndo em direção à mata.

Quando Lucy estava indo em direção ao esconderijo dos gnomos viu Richy em cima de uma árvore colhendo frutos e falou:

-OI RICHY!

BBBUUUMMM!!!!!!!, Richy caiu no chão de susto, mas se levantou rapidinho pois era um gnomo e não tinha porque se machucar ou ficar triste.

-Que susto que você me deu Lucy danadinha, disse o gnomo intacto e tonto cheio de folha de árvore na cabeça.

-Desculpa, disse Lucy morrendo de rir.

-Não tem graça, você sabe quantos mini ossos eu poderia ter quebrado?

-Ainda bem que são mini ossos né, disse Lucy que teve que se apoiar em uma árvore de tanto que estava rindo.

-Tanto faz se eu...

VVRRUUMM!, um barulho que parecia de uma escavadeira tomou conta da floresta

-Oque que foi isso Richy?, disse Lucy que por um momento parou de rir.

E Richy falou:

-Eu não sei nunca tinha ouvido esse barulho antes, mas esquecendo isso...

VVRRUUMM! E agora parecia estar mais perto. E quando Lucy foi ver, era uma grande escavadeira que estava quase atropelando Richy, então ela correu, segurou na mini mão dele e puxou, pois seu pé estava agarrado em um buraco no chão então ela puxou, ela conseguiu puxa- lo, mas a escavadeira esmagou um pé dele.

-Está doendo Lucy, disse Richy lacrimejando.

E Lucy falou:

- Calma eu vou te levar pra sua casa, disse Lucy botando- o em suas costas.

Então antes dela levar ele pra casa, ela pegou um galho grosso do chão e enfiou na roda da escavadeira segurando a roda por alguns segundos antes dela esmagar alguns coelhos que estavam prestes a se machucar, e Lucy falou:

-Corram, o galho não vai segurar por muito tempo.

E todos os coelhos fugiram.

Então Lucy ouviu um barulho, e parecia que alguém estava descendo da escavadeira, era uma pessoa que chegou a Lucy e falou:

-EI! Olha o que você fez com minha escavadeira novinha sua metidinha.

-Olha o que você fez com o meu amigo seu palhaço nojento, disse Lucy retrucando

E o cara falou:

-A minha escavadeira vale muito mais do que o seu amigo gnomo fedido menina boba.

-Não sou boba pelo menos eu faço Karatê desde os 2 anos de idade, gritou Lucy dando um chute na barriga do cara que o desacordou por um tempo.

Então Lucy correu como nunca tivera corrido antes, ela chegou ao esconderijo e todo mundo ficou desesperado, não por causa dela, mas sim do Richy, então Lucy falou:

-Alguém sabe onde fica a casa de Richy?, Uma escavadora esmagou o pé dele e...             

-Eu te levo até a casa dele, eu sou Jefry o irmão dele, disse o gnomo irmão de Richy segurando a perna de Lucy e a levando para casa do Richy.

Quando eles chegaram na casa de Richy, Jefry falou:

-Bote- o na cadeira

-Sim Jefry, disse Lucy em quanto Jefry pegava um copo de água para Richy.

Eu estou bem, disse Richy bancando o corajoso.

-Não, você precisa descansar, disse Lucy sentando na mini- cadeira que havia na casa de Richy.

Então Jefry falou sentando se à mesa:

-Me conte oque aconteceu Lucy.

E Lucy falou:

-Bom, eu estava andando na floresta vindo pra cá, aí eu vi Richy em cima da árvore e então eu disse “oi”, só que ele se assustou e caiu da árvore, mas não foi isso que o machucou, depois disso ouvimos um barulho de escavadeira

-Eu sei, nós ouvimos também, disse Jefry interrompendo- a

E Lucy prosseguiu:

-Depois que ouvimos isso eu já fiquei assustada, mas nós ouvimos de novo só que quando me dei conta, a escavadeira estava quase o atropelando então eu peguei o braço dele e puxei  só que o pé dele estava agarrado em um buraco no chão, mas eu puxei e esmagar o pé dele foi o mínimo que teria acontecido. Assim que eu o puxei, eu o botei em minhas costas, peguei um galho grosso e enfiei na roda pois a escavadeira ia esmagar uma família de coelhinhos, então a escavadeira parecia ter pifado, sei lá, mas tinha uma pessoa que desceu da escavadeira e ela chegou em mim e falou um monte de besteira, então eu dei um chute nele e corri como eu nunca corri antes.

E Jefry falou:

-Obrigada por salvar ele, te devo uma, pois ele poderia ter morrido e um pé machucado não é nada pra ele.

-Então, você sabe o por quê de aquela escavadeira estar lá?, questionou Lucy.

-Sim, os homens maus querem devastar tudo isso, e se eles conseguirem, vão destruir o acampamento e o nosso lar, precisamos fazer algo, e rápido, explicou Jefry que parecia estar preocupado

-Precisamos fazer algo, esse é meu primeiro acampamento e eu não quero voltar pra casa na primeira semana acampada, mas guarde minhas palavras, esse acampamento não vai ser conhecido como “o acampamento que foi devastado” e sim por “o acampamento que acabou com a devastação”

-Ótimas palavras, disse Richy que estava acordando.

Então Jefry subiu as escadas para o andar de cima, pegou um frasco que estava dentro de um armarinho de madeira, desceu as escadas com o frasco na mão e pingou uma gota no pé de Richy que estava machucado, fazendo o machucado desaparecer, e então Richy falou com tom aliviado:

-Agora estou bem melhor, nem está doendo mais.

E ele começou a sapatiar para provar que sua dor se passou

-Meu deus! Eu preciso voltar para o acampamento, disse ela olhando pro relógio, se meus irmãos voltarem e descobrirem que eu fugi, eu nunca mais vou voltar, se hoje tiver outra atividade eu prometo que volto e assim a gente pensa em algo pra deter os homens maus, falou Lucy se retirando da mesa e saindo da casa de Richy.

Então Lucy seguiu caminho, as quando olhou pro lado viu que depois de algumas árvores havia uma galera voltando do lago e indo para o acampamento, então muito esperta ela pegou uma pedra mirou em uma árvore que tinha um abacate que estava prestes a cair na cabeça de Emma e atirou, então Emma caiu e todo mundo que estava lá teve que parar para ajuda ela, com essa oportunidade, Lucy saiu correndo em direção ao acampamento para chegar lá primeiro que eles para que não soubessem que havia fugido.

 Ao chegar lá, pelo incrível que pareça a galera do acampamento já estava chegando, deve que pegaram um atalho por causa de Emma, então Lucy pegou um livro qualquer que estava em cima da mesa e abriu em uma página aleatória, então Harry, Billy e Emma chegaram nela e Emma perguntou:

-Por que você está lendo? Quer dizer, você nunca lê.

-Meu Deus oque aconteceu com sua cabeça, perguntou Lucy desvisndo- se totalmente do assunto.

E Billy falou:

-Você tinha que estar lá foi muito engraçado, um abacate gigante caiu em na cabeça de Emma e o Harry caiu da canoa

-É deve que foi legal, disse Lucy rindo falsamente pois já sabia o que aconteceu.

AI chegou Srta. Lay e falou:

-Gente o almoço é daqui a meia hora então vão se trocar.

Então Emma e Lucy foram pra sua cabana e Harry e Billy foram para a deles.

Então vinte minutos depois já estavam todos nas mesas esperando o almoço, e quando Lay deu o comando todo mundo cheio de fome entrou correndo no refeitório, mas quando eles estavam na fila do self servisse...

VVRRUUMM! O barulho ataca novamente, o que prova a todos que escutaram das primeiras vezes que havia mais escavadeiras no local.

Tudo tremeu na hora.

VVRRUUMM!, de novo o barulho repentino.

-Temos que fazer alguma coisa, disse Lay pegando o megafone e dizendo:

-REUNIÃO! Geral na quadra de basquete.

Todo mundo ficou paralisado.

-RÁPIDO! Disse ela como se ainda não tivesse claro

E geral correu depois daquele grito.

Já lá na quadra de basquete a Lay falou:

-Alguém tem alguma ideia para determos esses homens maus que estão devastando a floresta

Enquanto todo mundo gritava após Lay falar, a cara de Lucy era de que tinha uma ideia, mas não sabia a reação das pessoas ao ouvir essa ideia.

Mas, sem ligar para a reação das pessoas, levantou a mão e falou:

-Eu tenho uma ideia Srta. Lay, eu posso falar ela?

-Sim, disse Lay ansiosa pra resposta, pois foi a única que tinha uma ideia.

E Lucy começou a falar na velocidade da luz:

-Bom eu tenho amigos gnomos aqui, e eles também estão preocupados porque o esconderijo deles está em jogo, eu sei parece coisa da minha cabeça mais eu posso ir lá agora se quiserem ai eu vejo se trago o meus amigos gnomos Richy e Jefry e a gente conversa.

Lucy deu uma respirada e falou:

-Só pra falar, são muitos mais muitos gnomos mesmo e eu acho que é nossa única opção.

-Tudo bem, por mais que pareça mentira ou imaginação da cabeça de Lucy, é a nossa única opção e ela provará isso pra nós. Bom, Lucy se puder ser agora, quanto antes melhor.

-Tá bem eu vou lá, mas vou demorar uns 15 ou 20 minutos, falou Lucy saindo da quadra e se direcionando para a mata.

Quando chegou lá antes dela chegar lá Jefry e Richy foram lá ver Lucy e ela falou:

-Preciso falar rápido com vocês.

Então eles foram para casa de Richy, se sentaram à mesa da cozinha e Lucy começou a falar:

-Gente eu sei de um jeito para a gente deter os homens maus, olha eu tive que contar pra galera do acampamento de vocês, mas essa era a única maneira de a gente deter eles, eu preciso que vocês dois venham comigo até o acampamento, mas antes eu preciso falar disso com sua sociedade.

Então ela saiu da casa se posicionou e falou:

-GNOMOS!

E todos os gnomos olharam pra ela mas ela continuou:

-Eu preciso que se juntem a nós do acampamento para nos vingarmos dos homens maus que estão tentando devastar a floresta.

Assim que ela falou isso, todos os gnomos seguiram ela até o acampamento. Quando chegaram lá, Srta. Lay assustada falou:

-Bom, eu achei que iam ser só dois de seus “amigos” gnomos mas tudo bem.

Esse negócio de gnomos causou muitos desentendimentos sobre quem é maior ou mais forte entre os dois tipos de seres, mas nada que uma conversa resolva.

Assim todos se juntaram na quadra, tanto gnomos, quanto os humanos, pois na hora, ninguém ligava para quem era maior ou mais forte e sim para lutar pela floresta. Então Lay falou:

-E se a gente pegasse os utensílios de “jardinagem”, chegasse neles e atacássemos?

-Eu tenho outra ideia, disse Billy

E Billy falou:

-Que tal se a gente pegasse os utensílios de jardinagem e na hora os gnomos segurassem os homens maus em quanto a gente quebrasse a máquina.

E todos concordaram, pois estavam sem tempo e era isso ou a péssima ideia da Srta. Lay.

Então Srta. Lay abriu o porão onde guardavam os utensílios de jardinagem, eles pegaram “personalizaram” suas roupas para ficarem mais legais e se direcionaram à floresta.

Lá ouviram de novo o VVRRUUMM! Da escavadeira, então seguiram o barulho quando deram de cara com oque queriam.

Os gnomos atacaram sem dó nem piedade pela floresta e Lucy e seus amigos estraçalhavam as escavadeiras, bom, no final todos os homens maus fugiram feito galinhas. Passou- se uns dois dias e eles começaram a plantar tudo o que perderam, e é claro, com a ajuda dos gnomos.

O verão de Lucy, Emma, Harry e Billy estava só começando, mas não há acontecimento na vida deles maior do que este.

Este é o “fim” da primeira de muitas aventuras.

Publicidade

Livro complementos

Elenco

Harry

Emma

Billy

Lucy

Richy

Jefry

Srta. Lay

Zoo

Sofie

Rubie

 

 

Livro capítulos

#

Título do capítulo

Publicado em

Não há nenhum capítulo liberado

Total (contando o resumo)

0
0
0

Livro comentários

É preciso estar logado para poder comentar. clique aqui para entrar ou fazer o cadastro.

Comentários


Livro compartilhar

Olá, você pode compartilhar ou convidar seus amigos, para ler esse livro através do Facebook, Twitter ou Email.